O encontro com Dona Flor


Dona Flor - parteira, benzedeira, raizeira... uma dessas pessoas raras que detêm conhecimento profundo da natureza e biodiversidade do Cerrado. Ela é guardiã de uma tradição que aos poucos vem se perdendo. Teve uma vida difícil, de muito trabalho, teve 18 filhos e todos foram feitos por ela mesma. Assistiu mais de 300 partos, segundo ela, e atualmente está aposentada desse ofício, mas ainda é comum às mulheres da comunidade e de outros locais procurarem essa Mulher Viva para pedir orientações sobre a gravidez e o parto. Nunca perdeu sua alegria, sua gentileza e seu senso de humor e hoje, ao trocar com esse ser de puro amor, ela me fitou com profunda sororidade e fez questão de me escrever uma dedicatória para a qual se concentrou a despeito de tantos chamados ao redor:

Minhas lágrimas saltaram, senti-me tão honrada e respeitada por essa deusa, guerreira da paz, missionária da luz, Mulher Viva... “Honro a ti e a todas as Parteiras e Pajés que aqui conheci, Dona Flor! Gratidão por existir e me mostrar o caminho!”

#viagem #parteira #partejar #MulherViva

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes