Hoje começa a lua nova. Você sabia que os ciclos menstruais sincronizam-se com os lunares?



Sim, um estudo de longo prazo descobriu que esses ritmos se alinham em certos momentos da vida das mulheres. Publicado em 27 de janeiro deste ano na Science Advances, os pesquisadores analisaram dados de longo prazo de mulheres e descobriram que, para algumas, seus períodos eram sincronizados com a luz lunar e os ciclos gravitacionais em determinados momentos de suas vidas.


Para nós mulheres vivas, ligadas à natureza, a fase nova no ciclo menstrual é um período em que muitas ficam com a impressão de não terem o espaço necessário para entender plenamente o que o seu corpo pede para realizar. Mas, existem algumas coisas que podem ajudar, mesmo vivendo em um mundo desconectado dos ciclos terrestres da regeneração e sustentabilidade. Busque uma maneira de se afastar dos negócios e ocupações, mesmo que seja somente por uma hora ou um dia.


Ancestrais diziam que o terceiro dia de sangramento é muito potente e era usado para solicitar uma visão. Carregar um cristal de ametista neste período vai ajudar a ativar o inconsciente sonhador e você pode criar um diário do sono para escrever o que enxerga através dos sonhos. Também é um tempo bom para meditação.


Nesta fase, o hipotálamo e a glândula pineal estão liberando diversos hormônios que vão permitir que você adentre o mundo espiritual, esse ensinamento foi passado pelas anciãs há milhares de anos atrás.


Acredita-se que pelo fato da mulher sangrar por dias seguidos e não passar pelo mundo espiritual, seu espírito é capaz de enxergar além do véu da realidade física neste período, pois pode sentir o mundo físico e etérico. Seja gentil com você durante essa fase e também quando “reemergir”, depois que a hemorragia cessar.


O caminho do conhecimento e compreensão da natureza cíclica feminina leva mulheres de diferentes idades ao autoconhecimento, felicidade e feminilidade. Desta forma, grande parte do processo de desenvolvimento pessoal da mulher deveria se voltar para a conexão com seu ciclo menstrual, com a natureza, suas fases, potencialidades e energias. Assim, a principal ferramenta é saber como o ciclo as afeta.


Quando uma mulher tem consciência dos seus ciclos, pode gerir suas atividades e sua vida em harmonia com seus próprios processos naturais.

Minha dica: apague mais as luzes, conecte-se com o que o céu está ofertando, entenda cada significado e tente ao menos imaginar como era com nossas ancestrais, que não tinham acesso a tantas informações, porém captavam da natureza, nossa grande mãe, os conhecimentos e sabedorias para viver em harmonia com seus corpos e ciclos.

Posts Em Destaque