A importância do parto natural para a mulher

January 23, 2017

Foto: Parto totalmente natural (sem intervenções), vertical, na banqueta, da Tainá Amorim.

 

Muitas pacientes e mulheres que conheço e admiro sentem a necessidade de “validar” seus partos. Isso acontece principalmente entre as que buscavam nascimentos humanizados, que estudaram e lutaram para que o parto tão sonhado acontecesse. É aí que surge a dúvida: meu parto foi natural?

 

Em uma análise bem rápida, a resposta é simples: se não houve nenhum tipo de intervenção, sim, o parto foi natural.

 

Um parto, para ser considerado natural, precisa acontecer via vaginal e – como já disse – sem nenhum tipo de intervenção externa. Ele começa sem que se faça nada, segue seu ritmo sem que ninguém apresse o tempo da mulher, sem medicações ou práticas invasivas ao corpo dela. Também nesse tipo de parto, não há uso de analgesias ou hormônios para induzir ou acelerar o processo. Porém é importantíssimo salientar: parto vaginal não é sinônimo de parto natural e, por sua vez, parto natural não é igual a parto humanizado.

 

Calma que eu já explico esse emaranhado!

 

Um nascimento humanizado pressupõe que este parto teve base em respeito, boas práticas da humanização, base em evidências científicas, uma equipe alinhada e atenta às necessidades do binômio mãe-bebê e uma parturiente que tenha sido dona dos processos, ainda que passe por algum tipo de intervenção – da qual ela deve participar e concordar. Notem que não estou defendendo que intervenções sejam obrigatórias em um parto. Meu ponto é que nem sempre um parto totalmente natural significa que a experiência da mulher tenha sido satisfatória. Uma mulher que tem seu filho de surpresa em casa (exemplo raro, mas não impossível), totalmente desassistida teve um parto natural. Mas ela pode ter tido medo demais, pode ter se sentido assustada, desamparada, sozinha.

 

Por isso defendo que o parto natural é importante e deve ser buscado sim, mas sempre que esse for o desejo da mulher, sempre que ela estiver se sentindo segura e bem amparada, devidamente informada e assistida por uma equipe que lhe garanta as melhores práticas. Mais que um parto natural, a assistência humanizada é fundamental.

 

Um parto natural humanizado pressupõe uma série de fatores, veja abaixo:

 

- Maior consciência corporal

Esse tipo de parto permite ter o maior contato possível com o seu corpo, participar ativamente no nascimento do bebê e ter o mínimo possível de intervenções durante o parto, como o uso de monitoramento eletrônico constante.

 

- Mais seguro

A maioria das pessoas acha que um parto natural não é seguro, mas eu te digo que, na verdade, é o contrário: as técnicas de parto natural não são invasivas, portanto a possibilidade de efeitos colaterais nocivos para você ou seu bebê é mínima.

 

- Menor risco de intervenções

Intimamente ligado ao anterior, quanto menos intervenções, menos chance de complicações. Costumamos dizer que uma intervenção leva à outra, formando uma “cascata de intervenções” durante um parto. Se você deseja um parto natural, portanto, o ideal é só deixar a intervenção acontecer caso ela seja fundamental – e aqui estar bem informada e confiando na equipe escolhida é especialmente importante.

 

- Força e satisfação

Muitas mulheres sentem uma enorme sensação de força durante o parto, e de realização pessoal depois. Apesar da dor, muitas garantem que optariam de novo por ter um parto sem medicação. Para muitas mulheres, a sensação de ter controle sobre o parto e de saber o que esperar, diminui a percepção da dor.

 

- Liberdade e participação ativa

Durante o parto natural, não há perda de sensação, autonomia ou lucidez. Você tem mais liberdade de se movimentar e encontrar posições que ajudem a encontrar mais conforto durante o parto. Você pode comer, dançar, deitar, levantar, tomar banho... o que quiser fazer para ajudar o processo está valendo!

 

 

Para que tudo isso aconteça e você e sua família tenham uma experiência respeitosa e segura, o mais importante é que você tenha consciência do processo pelo qual está passando. E essa consciência só vem através da informação.

 

Informe-se, empodere-se e não perca a chance de viver plenamente um dos momentos mais incríveis da sua vida!

 

 

Texto: Equipe Mulher Viva

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Depoimento: Mariana Lima

May 21, 2020

1/1
Please reload

Posts Recentes

October 30, 2020

January 29, 2020

January 2, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags